Bairros Flamboyant, Mariana e São Francisco são vistoriados pelo prefeito

compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Já foram feitos mais de 200 km de asfalto, o equivalente a 40% do déficit de pavimentação asfáltica na capital em uma única gestão

No dia (17) de julho deste ano, o prefeito de Porto Velho Hildon Chaves, vistoriou duas obras estratégicas de sua gestão na zona Leste e conversou com moradores da região sobre as benfeitorias que estão sendo entregues, seguindo as regras de distanciamento em virtude da pandemia (Covid-19).

A primeira delas foi no bairro Flamboyant e depois no bairro Mariana e parte do São Francisco. Acompanhou a visita, o titular da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Serviços Básicos/Subsecretaria de Obras e Pavimentação (Semisb/Suop), Diego Lages.

O bairro Flamboyant está recebendo asfalto em dez das principais ruas, com sarjeta, meio fio e calçada, somando cerca de 10km. Acompanhando os trabalhos na rua Fama, o chefe do Executivo cobrou o plantio de grama. “A partir daí, vamos ter de contar com o apoio da população, cada um cuidando da frente da sua casa”, disse, pedindo a colaboração dos moradores.

Durante a vistoria às obras, cuja expectativa nos bairros Mariana e São Francisco é de conclusão até o fim deste ano, o prefeito e o secretário estiveram na rua União, onde ressaltaram o compromisso de execução de obras estruturantes.

“Nas duas obras de responsabilidade do 5º BEC estão sendo investidos cerca de R$ 36 milhões de recursos próprios em 27 km de asfalto novo, acompanhados de meio fio e sarjeta”, lembrou Chaves.

LAGOINHA

Já no bairro Lagoinha as obras estão em fase final. Das 14 ruas contempladas no projeto, restam apenas quatro. Segundo o prefeito, os recursos são dos cofres da municipalidade e contam com execução direta e seguem orçamento rigoroso e com preço de custo.

“Os moradores aguardam por isso há muito tempo e, dentro de no máximo duas semanas, as obras devem ser concluídas”.

RECURSOS

Entre recursos investidos em infraestrutura (principalmente em asfalto) e àqueles que estão assegurados na gestão de Hildon Chaves em parceria com a bancada federal, ultrapassa a casa dos R$ 200 milhões, sendo considerado o maior investimento em asfaltamento da história de Porto Velho.

PORCENTAGEM

No início da gestão de Hildon Chaves, haviam aproximadamente mil quilômetros de ruas asfaltadas e 570km sem asfalto. No primeiro ano do seu mandato foram executados 40km, no segundo 10km, no terceiro 70km e no quarto, deve ultrapassar os 100km.

“Esses dados são equivalentes a mais de 200km de vias asfaltadas, o equivalente a 40% do déficit de pavimentação asfáltica histórica na capital em uma única gestão”, informou.

OUTRA OBRA

Já sobre a obra de galeria pluvial profunda, na avenida Mamoré, os trabalhos devem ser concluídos nos próximos dias. Após a construção da galeria, haverá a recomposição asfáltica do trecho onde houve a remoção. A galeria já funciona parcialmente e já reduziu drasticamente o volume de águas que alagam a região, vindas do bairro Flamboyant.

compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email